Siga nossas notícias

A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) concordou na sexta-feira (22/06/2018) em aumentar a produção de petróleo em cerca de 1 milhão de barris por dia a partir de julho para o grupo e seus aliados, disse uma fonte do cartel. A elevação é nominal. O aumento real será menor porque vários países que recentemente produziram petróleo aquém do esperado terão dificuldade em retornar às cotas totais, enquanto outros produtores não terão permissão para preencher a lacuna, disseram fontes da Opep.

Ministros estão reunidos em Viena para discutir os rumos do pacto de corte de produção em vigor desde o ano passado.

Em paralelo, o ministro do petróleo do Iraque disse que a Opep deve ter cuidado antes de alterar esse acordo para que a oferta não exceda a necessidade do mercado e afete os preços.
Qualquer mudança poderia significar uma produção excedendo a demanda e “levando a uma queda nos preços do petróleo, prejudicando as economias dos países produtores”, disse o ministério em um comunicado.

 

Julho, 2018
Fonte: Site Panorama Offshore, notícia da Exame – www.panoramaoffshore.com.br

Publicado em Notícias
Sexta, 09 Março 2018 13:47

Óleo e Gás

O “Óleo & Gás” é uma indústria global que impacta em todos os aspectos de nossas vidas, desde o abastecimento dos automóveis, cozinhar, aquecer a água, gerar energia para eletrodomésticos, até o fornecimento de matéria prima para fabricação de fertilizantes, tecidos, borracha sintética, tinta, cosméticos, plástico, entre outros produtos que estão por toda parte.


A Turbimaq participa ativamente nesse segmento, atendendo a diversos clientes há mais de 30 anos, fornecendo serviços de manutenção, peças de reposição, unidades de lubrificação forçada (ULF) e turbinas a vapor projetadas para atender as especificações das normas API614, API611 e API612.

Publicado em Notícias

A expansão do cultivo de cana-de-açúcar no Brasil para produção de etanol em áreas que não são de preservação ambiental ou destinadas à produção de alimentos tem o potencial de substituir até 13,7% do petróleo consumido mundialmente e reduzir as emissões globais de dióxido de carbono (CO2) em até 5,6% em 2045.
As estimativas são de um estudo internacional com participação brasileira cujos resultados foram publicados no dia 23 de outubro na revista Nature Climate Change.
O trabalho avaliou como a expansão da produção de etanol obtido da cana poderia contribuir para limitar o aumento médio da temperatura global a menos de 2 ºC por meio da redução das emissões de CO2 pela queima de combustíveis fósseis, como a gasolina, conforme acordado pelas 196 nações que assinaram o Acordo Climático de Paris em dezembro de 2015.


Fonte: Website www.jornalcana.com.br

Publicado em Notícias

 

Av. Água Branca, 300 - Piracicaba - SP

Fone: +55 (19) 3437-5700
turbimaq@turbimaq.com.br
Linkedin

PRODUTOS E PROJETOS
Tecnologia e capacidade de produção.

 

POLÍTICA DA QUALIDADE
Gestão baseada na norma ABNT NBR ISO 9001.

TURBIMAQ 40 anos - Paixão movida a vapor